07 de Maio de 2019, atualizado ás 20:05

Protestos no Rio de Janeiro



Por: Daniel Libanio | Notícias

Compartilhar:
         

Juntando alunos, pais e professores dos institutos federais do Rio de Janeiro, hoje se mobilizaram para fazer um protesto contra o corte de verbas que foi anunciado em relação a educação.

O ato foi marcado em frente ao Colégio Militar, onde já se sabia que Bolsonaro vai para participar de um evento comemorativo. As ruas principais dessa região já foram interditadas para o trânsito e mobilização é grande.

Confira Também: MEC congelou R$ 2,4 bi em educação básica

Protestos no Rio de Janeiro (foto: internet)

Contra o corte da educação

Diversos alunos, pais e professores dos colégios federais do Rio de Janeiro realizaram nessa manhã um protesto na frente do Colégio Militar. A escolha do local foi porque Bolsonaro teve a participação de uma solenidade em que comemorava os 130 anos do colégio.

Na semana passada foi anunciado pelo MEC o corte de 30% da verba dos institutos federais e universidades. Um dos colégios mais tradicionais da cidade, Colégio Pedro II que conta com 13 mil alunos sofreu com essa decisão.

As ruas ao redor foram interditadas desde cedo, com diversos bloqueios e com sinalização para desvios. O corte na educação representa um descumprimento de uma das promessas feitas em campanha por Bolsonaro.

O anúncio do corte da educação é tão grande para a maioria das instituições que as implicações dessa falta de dinheiro serão devastadoras, com consequências para a manutenção do ensino.

Ainda se tratando de um dos maiores colégios do Rio de Janeiro, o CPII, o corte sofrido foi de 36,37%, o que representa uma redução de R$ 51 milhões dentro do orçamento da escola. Na semana passada, o corte simplesmente foi informado para os diretores.

Só no Rio de Janeiro, são 8 câmpus que conseguem atender aos alunos tanto da educação infantil quanto do ensino médio. São R$ 18 milhões que serão perdidos para fazer o costeio das unidades.

O corte não foi bem recebido em diversas instituições ao redor do país, onde a maioria já anunciou o fim de diversos programas que eram benéficos para os estudantes. Em meios a protestos que se iniciam, Bolsonaro ainda não se manifestou a respeito dos acontecimentos dessa manhã no Rio de Janeiro.




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários