Policiais são impedidos de salvar garota de 11 anos de espancamento



A atuação da polícia foi contestada por algumas pessoas que estavam no local
Anderson Gomes - 10 de Agosto de 2020 às 21:17:52

Os policiais do departamento de Nova York presenciaram uma briga na qual cinco meninas batiam em uma outra de 11 anos, mas os mesmos foram impedidos de chegarem próximo do local da ocorrência.

A garota foi até mesmo eletrocutada com uma arma de choque que estava de posse de uma das agressoras. A discussão começou depois de um jogo de basquete por volta das 19h de domingo e até o momento não foi informado a razão que deu origem ao espancamento.


RELACIONADAS



A atuação da polícia foi contestada por algumas pessoas que estavam no local e as informações se contradizem com o pronunciamento oficial do departamento de polícia.

Garota de 11 anos é espancada | Foto: Reprodução

Segundo a página NYpost a surra durou cerca de 4 minutos e, enquanto ela ocorria, os policiais sentaram-se ociosos nas viaturas próximas e eles não saíram de lá até que a garota estivesse ensanguentada e machucada.

Fontes policiais disseram ao Post que a jovem foi tratada no Hospital Mount Sinai depois de ser machucada e atingida no estômago por uma arma de choque. A garota disse aos policiais que não conhecia seus agressores, mas conhecia dois de seus apelidos nas redes sociais.

A polícia se defende e mostra a suposta gravação

Policiais são impedidos de salvar garota de 11 anos de espancamento | Foto: Reprodução

Um porta-voz do NYPD – Departamento de Polícia de Nova York – afirmou que o relato testemunhado pelo fotógrafo do post era “completamente impreciso”.

“Os policiais foram recebidos por uma grande multidão enquanto tentavam ajudar esta pessoa. Eles estavam em menor número. Projéteis foram lançados contra eles, que foram forçados a se reposicionar e chamar todos os recursos disponíveis na área ”, disse o representante Al Baker.

O departamento também tuitou imagens que afirmam mostrar pessoas jogando garrafas em policiais que tentaram intervir – embora não esteja claro quando ou onde as imagens foram filmadas, e não mostra a garota sendo atacada.

Mas o fotógrafo do post disse que não observou nenhuma garrafa sendo jogada na polícia – embora ele estivesse no local depois de ouvir relatos de uma multidão indisciplinada nas proximidades cerca de 45 minutos antes. Não se sabe se alguma prisão foi feita em conexão com a luta.

A abordagem sem intervenção ocorre quando os sindicatos da polícia contestam a da lei do estrangulamento de Nova York, que considera um crime de contravenção o uso de qualquer técnica durante uma prisão que possa limitar a respiração.

Policial no local do ataque

Os principais oficiais do NYPD também se manifestaram contra a reforma local, chamando-a de perigosa, mas negaram uma desaceleração de suas funções.

Apesar do vazamento do vídeo de uma reunião semanal, capturando líderes de distrito contando ao Chefe do Departamento, Terence Monahan, afirmando que os policiais estavam “com medo” de enfrentar acusações por causa a lei.

No mês passado, as prisões despencaram, com policiais ganhando quase 60 por cento menos colarinhos, de acordo com estatísticas do NYPD divulgadas segunda-feira.

Os policiais também estão parando menos motoristas, emitindo um quarto das multas por excesso de velocidade – com a contagem de infrações nos radares da cidade se mantendo estável.

VEJA TAMBÉM



Postado por: Anderson Gomes
Professor de Física que gosta de uma boa música, games e, acima de tudo, estar com a família.