Estado News Logo Oficial

Palmeiras rejeita oferta do PSG de R$ 436 milhões por Endrick e Estevão

Esta é a terceira proposta só neste mês. Crias de base do Palmeiras seguem em alta junto a clubes da Europa.
PSG faz nova oferta milionária por Endrick e Estevão, mas Palmeiras rejeita
PSG faz nova oferta milionária por Endrick e Estevão, mas Palmeiras rejeita / Imagem: reprodução

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na última segunda-feira (21), o Palmeiras recebeu uma proposta do Paris Saint-Germain (PSG) para abrir mão de Endrick, de 16 anos, e Estevam, de apenas 15 anos. O clube francês ofereceu cerca de R$ 436 milhões por ambos.

No entanto, o Verdão rejeitou a proposta, considerando o valor insuficiente para cobrir a multa rescisória de Endrick, que foi estabelecida em cerca de R$ 327 milhões, o que impactou ainda mais no valor de Estevam, que cairia para menos de R$ 110 milhões, considerado pouco.

Vale lembrar que apenas Endrick atingiu a idade mínima para firmar um contrato profissional com o Palmeiras. Enquanto isso, Estevão só poderá firmar o vínculo em abril do próximo ano. Porém, para ambos atuarem fora do país, a idade mínima exigida é de 18 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem Scarpa, Palmeiras mantém foco nos garotos da base

Com o final da temporada, o Palmeiras volta a normalidade após a saída de Gustavo Scarpa, que deixou o Verdão para prosseguir com o Nottingham Forest, da Inglaterra. No quadro geral, o foco principal do clube neste momento é a formação que a equipe deve assumir em 2023.

Para a direção do Palmeiras, três nomes devem ser selecionados para atuar no elenco do alto escalão. E, segundo a presidente Leila Pereira, antes de ir ao mercado buscar nomes, os meninos da base devem ser prioridade.

Durante evento realizado em Portugal, o técnico Abel Ferreira fez o seguinte comentário: “Ultimamente fala-se muito do Endrick, já se falou do Veron e do Danilo. Fiquem atentos aos nomes do Estevão e do Guilherme, vão ouvir falar muito deles também“, ressaltou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anteriormente, ao AS, da Espanha, João Paulo Sampaio, coordenador de base do Palmeiras, não poupou elogios sobre Luis Guilherme: “Ele é muito técnico e ainda mais rápido que Endrick, porque chegou a 37,2 km/h no torneio Sub-17 de Montaigu, na França, no qual o Brasil derrotou a Argentina por 2 a 1 na final de abril com gols de Endrick e Luis Guilherme.”