Biden oferece licença remunerada para quem ajudar crianças estrangeiras

Biden, no entanto, foi criticado após as agências de bem-estar infantil do Texas receberam reclamações sobre abuso sexual em um centro de detenção

O governo Biden ofereceu a milhares de funcionários federais quatro meses de licença remunerada se eles se oferecerem para acolher crianças migrantes que cruzaram ilegalmente a fronteira entre o México e os Estados Unidos.

A medida foi tomada alguns dias após um garoto de apenas dez anos, da Nicarágua, chocar o mundo após ser filmado sozinho e abandonado em um deserto.

Ele afirmou que cruzou a fronteira entre Estados Unidos e México com um grupo e descobriu, ao acordar, que havia sido deixado para trás.

O jovem não soube informar onde estaria seus pais e foi levado para uma unidade da Agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos.

A administração enviou um e-mail aos funcionários federais pedindo ajuda com crianças desacompanhadas, de acordo com o The New York Times.

“Um apelo desesperado chegou esta semana nas caixas de entrada de e-mail de funcionários de agências governamentais como o Departamento de Segurança Interna e a NASA: você consideraria tirar uma licença remunerada de quatro meses do seu trabalho para ajudar a cuidar de crianças migrantes em abrigos administrados pelo governo lotados com recém-chegados na fronteira? ” — Noticiou o Times.

O pedido para grande parte da força de trabalho federal veio do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, que está no centro de um esforço frenético do governo Biden para acompanhar o aumento de jovens que cruzam a fronteira sudoeste com a esperança de se reunir com parentes já nos Estados Unidos”, escreveu o jornal.

O governador do Texas, Greg Abbott, disse no domingo à Fox News que acha que o número de UACs (Programa de Crianças Estrangeiras Desacompanhadas) será maior do que os 35.000 que o governo Biden estima que estarão sob custódia em junho.

Governador texano culpa Biden pela crise

Abbott culpou a administração Biden na semana passada pela crise de fronteira, observando que as agências de bem-estar infantil do Texas receberam reclamações sobre abuso sexual em um centro de detenção, o Coliseu Freeman em San Antonio.

“Esta instalação é um pesadelo de saúde e segurança”, disse Abbott. “O governo Biden agora preside o abuso de crianças. Para acabar com esse abuso, a administração Biden deve fechar imediatamente esta instalação. ”

Mas o secretário de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que a Casa Branca não tem planos de fechar as instalações.

“Bem, primeiro levamos a segurança e o bem-estar das crianças sob nossos cuidados muito a sério, por isso nossa conversa anterior sobre o financiamento gasto para mantê-las seguras durante a pandemia”, disse Psaki. “Suas reivindicações serão analisadas e investigadas pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos.”

Clique aqui para receber mais notícias como esta em seu dispositivo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política